O alho negro contém compostos antioxidantes em abundância, incluindo polifenóis, alcalóides, flavonóides, S-alil-cisteína e produtos intermediários antioxidantes derivados da reação de Maillard.

Em um trabalho de Lee e colaboradores. uma dieta suplementada com 5% de extrato aquoso de alho negro diminuiu o estresse oxidativo e as complicações do diabetes.

No processo de maturação do alho negro há um aumento na quantidade de arginina.

A arginina é um componente importante que ativa as respostas imunológicas, promove o crescimento celular, a produção de colágeno, previne o envelhecimento dos vasos sanguíneos, aumenta a imunidade, cura e repara feridas.

Além disso, verificou-se que a arginina normaliza os níveis de glicose no sangue e previne o diabetes, sendo eficaz para diabetes e hipertensão. Um estudo realizado pelo Instituto Italiano de Diabetes Cardiovascular relatou que ele funciona na própria insulina para promover a secreção, melhorar a circulação e reduzir o açúcar no sangue.