1. ANTIOXIDANTE

O alho negro contém uma quantidade abundante de compostos antioxidantes como polifenóis, flavonóides, alcalóides e compostos organossulfurados, como a S-alil cisteína. Estes compostos contribuem para a diminuição do stress oxidativo, o combate os radicais livres, a prevenção do envelhecimento das células e a limpeza do organismo, prevenindo assim diversas doenças como a diabetes, o câncer, o Parkinson, o Alzheimer, e mais.

2. EFEITO EMAGRECEDOR

Em 2015, estudos mostraram que a dieta suplementada com extrato de alho negro não só poderia reduzir o peso, mas também diminuir a gordura renal e epididimal, e atenuar a dislipidemia induzida pela dieta rica em gordura. Também foi observada uma diminuição no nível plasmático de lipídios totais, colesterol  total e triglicerídeos, aumento do colesterol bom (HDL) e redução da glicose e da insulina nos níveis plasmáticos de uma dieta rica em gorduras. A combinação de alho negro e exercício mostrou um efeito maior na diminuição da gordura visceral, gordura epididimal e peso do fígado em comparação ao grupo isolado com exercícios em estudo com ratos.

3. AUMENTA A IMUNIDADE

Rico em SAC, selênio e vitamina C, ajuda a prevenir gripes e a fortalecer o sistema imunológico. Age como antibiótico, anti-séptico, hipotensor, expectorante, diurético e digestivo.

Em um estudo foi observado um aumento na atividade de citocinas, Th1 IFN-, TNF- e NO e células NK, cruciais na eliminação células nocivas, como células tumorais, células infectadas por vírus, entre outros.

4. MELHORA A DIABETES

Estudos recentes sobre o consumo de alho negro envelhecido por animais (5% p/v) mostraram uma melhoria da resistência à insulina. Pesquisadores estudando o efeito antioxidante do alho negro envelhecido em modelo animal de diabetes tipo 2, observaram que o alho negro envelhecido teve um maior efeito antioxidante, o que sugere que seu consumo também poderia ser útil para prevenir complicações resultantes da Diabetes.

5. ANTICANCERÍGENO

Com o crescente número de evidências relatadas para o efeito anticâncer do alho negro nas últimas décadas, alguns pesquisadores sugeriram que o alho negro poderia ser usado para prevenir e tratar o câncer gástrico, de cólon, pulmão e leucemia.

O mecanismo dos efeitos anticancerígenos do alho negro em diferentes tipos de cânceres é variado, incluindo a indução de apoptose, interrupção do ciclo celular e inibição do crescimento e invasão do tumor.

6. MELHORA A CIRCULAÇÃO

Em um estudo humano de 12 semanas (placebo) envolvendo 60 pessoas, 30 pessoas receberam 6g de alho negro 2 vezes ao dia antes das refeições. Foi detectado um aumento nos níveis de colesterol bom (HDL) em comparação com o grupo placebo no final do estudo.

Os altos níveis de compostos organossulfurados do alho negro também relaxaram os vasos sanguíneos, o que leva a uma pressão arterial mais baixa. Em estudo de 12 semanas com 79 pacientes com pressão alta, onde houve a ingestão de 2 ou 4 comprimidos de alho negro por dia, a pressão sanguínea diminuiu para na média 11,8 mm Hg.

Além disso, estudos identificaram efeito vasodilatador das artérias coronárias e prevenção da diminuição da contratilidade cardíaca antes e depois de um processo de isquemia (enfarte).

7. BOM PARA PELE

Indicado para aqueles que possuem problemas de pele (desde dermatite até acne, psoríase ou rosácea) ou mesmo para a prevenção de rugas e certas condições relacionadas com as articulações.

8. ANTIFADIGA

O alho negro tem a capacidade de remover o excesso de amônia no corpo, que é dito ser uma causa de fadiga, ele também é muito eficaz para melhorar o desempenho nas atividades físicas.

Os componentes do alho absorvidos pelo corpo entram em nossas células, agem no retículo endoplasmático para torná-lo mais ativo e estimula a sintetizar o maior número de proteínas possíveis.

No Japão, ele é muito consumido como remédio para recuperação da fadiga.

9. RICo EM ARGININA

A arginina promove vasodilatação, que resulta no aumento dos nutrientes nos músculos além de estimular a produção de GH, o hormônio do crescimento, promovendo assim um maior crescimento muscular.

10. EFEITO NEUROPROTETOR

Um crescente corpo de literatura indica que o alho negro tem efeitos benéficos na memória e no sistema nervoso, melhora do comprometimento cognitivo e prevenção de neuroinflamação e neurotoxicidade.

11. ANTI-ENVELHECIMENTO

O alho negro possui uma variedade de mecanismos antioxidantes que podem inibir os danos envolvidos no envelhecimento e o desenvolvimento de várias doenças.

12. efeito hepatoprotetor

O alho negro pode melhorar o estresse oxidativo e a inflamação, além de diminuir o acúmulo de gordura e o dano hepático causado pelo consumo de álcool.

Saiba mais

Um estudo publicado no Instituto Nacional de Saúde dos EUA (NCBI, na sigla em inglês), em março de 2014, mostrou que o alho negro é capaz de inibir a proliferação de células malignas em casos de câncer do cólon. No japão, pesquisadores da Faculdade de Medicina da Universidade de Showa elencaram mais de 20 propriedades medicinais dessa iguaria. Segundo eles, este alimento retarda o envelhecimento, combate o colesterol ruim, previne a diabetes, combate prisão de ventre e gripes, melhora dores de estômago, a insônia e a circulação sanguínea.

Baixe o livreto traduzido da língua japonesa clicando no link abaixo.

Alho comum x Alho Negro

O alho (Allium sativum) possui excelente valor nutricional, contendo em sua composição vitaminas do tipo A, B2, B6 e C, aminoácidos, enzimas, compostos biologicamente ativos e minerais como ferro, zinco, selênio e iodo. Seus diversos benefícios à saúde são geralmente atribuídos à presença de compostos organosulfurosos. O alho fresco possui quase o quádruplo de compostos organossulfurados do conteúdo encontrado na cebola, brócolis e couve-flor (considerados fonte desses compostos) (HOLUB et al., 2002, apud SILVA et al., 2010). Entretanto, o consumo do alho in natura pode causar diversos efeitos colaterais, incluindo anemia, alterações na microflora intestinal e redução dos níveis de proteína sérica – o que não acontece com o alho negro.

A alicina é um princípio ativo presente no alho responsável pelos seus benefícios medicinais. No entanto, a alicina é instável sob alta temperatura e é perdida quando o alho é cozido ou secado (PEDRAZA-CHA-VERRI et aI., 2006).

A fermentação do alho converte a alicina em S-Alil-Cisteína (SAC), um potente e estável antioxidante. O SAC tem o dobro da capacidade antioxidante e é comprovadamente melhor absorvido pelo corpo que a alicina. Os benefícios do SAC são os seguintes: Fortalece o sistema imunológico, melhora a saúde cardiovascular, ajuda na regulação da pressão arterial, antioxidante natural, diminui o estresse oxidativo relacionado ao envelhecimento, entre outros.

Ação antioxidante

O alho negro contém compostos antioxidantes abundantes, incluindo polifenóis, alcalóides, flavonóides, S-alil-cisteína e outros. Vários estudos sugerem que o alho negro não só elimina os radicais livres in vitro, mas também ativa as enzimas antioxidantes in vivo.

A ação antioxidante da substância S-alil-L-cisteína tem sido associada a mecanismos de proteção de neurônios , doenças cardiovasculares, isquemia de retina, tumores e doenças associadas à idade. O alho negro possui 6x mais S-alil-L-cisteína do que o alho comum.

Consumo diário recomendado

O consumo diário recomendado do alho negro é de no mínimo dois dentes de alho.

 

Alho Negro em Cápsulas

Atendendo à pedidos, iniciamos a produção de alho negro em cápsulas e lançamos uma nova marca, a Gaialabs, um projeto paralelo da Alho Negro do Sítio, com foco em saúde e bem estar.

Siga também nossas redes sociais: facebook e instagram

Conheça o Suplemento Alimentar de Alho Negro!
Utilize o cupom CAN15  e ganhe 15% de desconto!

 

Atenção: O alho negro é um alimento seguro que pode ser usado da mesma maneira que o alho fresco, mas que ainda não foi regulamentado para uso médico. Não substitua medicações sem consultar um médico.

× Como posso te ajudar?